Notícias

Ansiedade... quem tem?

Motivação

Espera aí, acho que vou mudar a pergunta: “Ansiedade...Quem não tem? ”
É muito comum as pessoas se intitularem ansiosas nos dias atuais. Nem me lembro qual foi a última vez que alguém me disse: “Eu não sou ansioso”.
Aff... E agora? Para o mundo que eu quero descer? Nananinanão, é preciso tratar de aprender a lidar com o mundo e também com a dita cuja; a Ansiedade.
E o que é ansiedade? Eu simplifico falando que a Ansiedade é um excesso de futuro. Sempre que estamos com nosso corpo aqui e nossa mente no daqui a pouco, estamos entrando em um processo de ansiedade. Como nosso cérebro não sabe a diferença do real e do imaginário, quando estamos pensando no futuro, ele acha que estamos vivendo isso e manda então para nossa corrente sanguínea todos os hormônios estressores correspondentes a nossos pensamentos. Estes hormônios estressores desregulam todo sistema fisiológico e nos trazem inúmeros malefícios físicos, mentais e por consequência para nossos resultados pessoais e profissionais. Sim a Ansiedade pode ser o que eu chamo de um grande nó na mangueira que não deixa a água passar, neste caso a água, são as nossas realizações que não acontecem.

Treino diariamente, enfaticamente para diminui-la cada vez mais e ajudo inúmeras pessoas no meu dia a dia em meus trabalhos como NeuroCoach a diminuírem a ansiedade para conseguirem alcançar os resultados que querem para a vida pessoal e profissional.

Costumo usar nos meus processos de coaching individuais e em grupo uma técnica poderosa que adaptei de uma técnica que a marinha americana usa com os candidatos a soldados para aumentar o índice de aprovações. Esta técnica consiste em:
Primeiro condicionar a mente a focar no agora, cada vez que sua mente sair do agora, traga-a de volta. O cérebro é um músculo e é condicionável, quanto mais treinar, mais facilmente ficará no presente.
Segundo é diminuir o diálogo interno negativo. O ser humano fala de 300 a 1000 palavras a si mesmo por minuto. Controle as palavras que diz a si mesmo, elas devem ser positivas, e controle também os pensamentos negativos. Gosto de salientar que eles vêm, isso é inevitável, mas você, pode escolher quanto tempo eles permanecerão em sua mente. Quando um pensamento negativo vem deve ser trocado imediatamente por um positivo.
Terceiro é controlar a excitação através da respiração profunda. Respirar profundamente de propósito ajuda a diminuir a ansiedade. Só a respiração consciente já ajuda, mas se a fizer junto das demais técnicas aqui apresentadas o resultado é muito maior.

Apresentei aqui, as técnicas a grosso modo e mesmo desta forma já podem lhe ajudar. Estes três passos vêm fazendo verdadeiras transformações na vida das pessoas e se você escolher praticar pode transformar a sua também.
Lembre-se, você está no comando de sua mente, não deixe ela estar no seu comando. Você pode!!!

Juci Nones
NeuroCoach & Palestrante Comportamental

Onde você me encontra:
jucinones.com
youtube.com/jucinones
fb.com/jucinones
instagram.com/jucinones/


25 de Maio de 2017

Deixe seu comentário