Publicidade prefeitura Timbó cosplay

Notícias

Parceria leva ensino profissional ao contraturno de estudantes do ensino público

Economia

Florianópolis– Alunos do ensino médio da rede pública de estadual de Santa Catarina terão acesso gratuito a cursos de iniciação profissional a partir de agosto. Uma parceria da FIESC, por meio do SESI e do SENAI, com a Secretaria Estadual de Educação vai oferecer 3.790 vagas em formações como jogos digitais, energias renováveis, desenho 3D, moda, animação digital, informática, entre outros, e em educação maker.

As aulas serão oferecidas em 40 municípios de todas as regiões do estado. Nas formações profissionais, os estudantes contarão com recursos como o kit educacional Bionics4Education, um sistema modular que auxilia os jovens a pensar na resolução de problemas e a trabalhar juntos como um time. As estratégicas didáticas do kit são baseadas em práticas de aprendizagem multidisciplinar.

“Este convênio vem complementar a oferta de ensino aqui em Santa Catarina e gerará bons frutos. Vamos construir uma educação bem melhor para SC”, comentou o presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar.

A parceria prevê ainda a oferta de oficinas de educação maker para desenvolver competências exigidas pelo mercado de trabalho, seguindo a abordagem STEAM, da sigla em inglês Science, Technology, Engineering Art-Design e Mathematics (Ciência, Tecnologia, Engenharia, Arte e Matemática), que é trabalhada nas escolas do SESI e SENAI. Ao todo, são 13 espaços de Educação Maker e uma rede de 11 laboratórios de robótica que atende em torno de 3,5 mil crianças e jovens – de 7 a 17 anos – no contraturno escolar.

Em São Joaquim, uma parceria com a prefeitura do município, a Secretaria Estadual de Educação e o SENAI vai oferecer formação profissional para jovens da região (Bom Jardim da Serra, Urupema, Urubici) na Escola de Educação Básica São José, que cederá espaço para a realização das aulas.

“Em Santa Catarina, são 200 mil jovens no ensino médio e muitos deles vão para a indústria, por isso é importante que eles estejam bem preparados. Todos temos que trabalhar pela educação”, afirmou o secretário de educação do estado, Natalino Uggioni. Ele falou ainda sobre um sistema de inteligência de dados lançado nesta sexta-feira (28), que disponibiliza dados da rede estadual de ensino em tempo real. Com a tecnologia, números de escolas, matrículas e dados sobre distorção idade-série são apresentados, com opções de filtro, como ano e modalidade de ensino, turno, região, entre outros, com a visualização de taxas e proporções em gráficos.

02 de Julho de 2019

Deixe seu comentário