Publicidade

Notícias

Indústria debate oportunidades de negócios com o setor espacial

Economia

Os gestores de indústrias catarinenses podem conhecer, nesta quinta (18), durante uma webinar promovida pela FIESC, as oportunidades de negócios que o setor espacial brasileiro oferece. O evento digital será às 10 horas, pelo canal do Youtube Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC), que o promove em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB) e o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação.

O objetivo é discutir grandes projetos que são referência na área aeroespacial e que podem ser aplicados a diversos setores, desde o agronegócio até a indústria em geral, serviços, gestão pública, entre outros”, afirma o diretor de Inovação e Competitividade da FIESC, José Eduardo Fiates, que, no evento, fará apresentação sobre a indústria de Santa Catarina. “A tecnologia espacial tem uma transversalidade bastante importante e uma contribuição potencial aos diversos setores em função da alta tecnologia que envolve o desenvolvimento de seus sistemas, componentes e produtos como um todo. Será um evento estratégico para todos os setores e, particularmente, para aqueles envolvidos com alta tecnologia aplicadas aos diversos setores da economia”.

A programação prevê abertura pelo presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar. Em seguida, o diretor de Política Espacial e Investimentos Estratégicos da AEB tratará de oportunidades de uso de tecnologia espacial no agronegócio. Bruno dos Santos Alves Figueiredo Brasil, secretário de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa, e Lucíola Magalhães, chefe-adjunta de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa Territorial (Campinhas-SP), apresentarão as atividades de P&D da empresa. O case do nanossatélite VCUB será demonstrado por João Paulo Rodrigues Campos, presidente da Visiona Tecnologia Espacial, empresa que desenvolve o aparelho com apoio do Instituto SENAI de Inovação em Sistemas Embarcados, de Florianópolis. Por fim, José Eduardo Fiates, falará sobre o perfil da indústria catarinense.

16 de Junho de 2020

Deixe seu comentário